Textos

Soneto da subordinação


No início "é"   fez- se oração subjetiva
Das orações unidas faz- se  subordinada
No final  "é" é que  faz- se predicativa
De oblíquo "se" a subjetiva é determinada

Dos dois pontos faz-se uma apositiva
Do  indireto faz- se sobre preposição
Preposição e nome faz- se a completiva
No  direto faz- se sem preposição

De repente não mais que de repente
Fez-se do  "convir" subjetiva no instante
Fez-se "parece" subjetiva finalmente

Fez-se da oração principal dependente
Fez- se de estudo um verso de docente
De repente não mais que pra discente




Eduardo de Melo
Enviado por Eduardo de Melo em 16/04/2018
Alterado em 12/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários