Textos

Verdadeiro Natal

Eu tive um sonho
Um sonho gerânio
Sentado no balanço
Foi muito espontâneo.

Vi uma flor brotar
De trás da janela
Ninguém a viu plantar
Tal flor qu'é singela.

Essa primazia nasceu
E não fui eu que plantei
Ela veio de um judeu
O serviço era bem seu.

Foi nesse dia que aprendi
Tudo que nasce bem é teu
E foi por ele que nasci
E tudo em volta não é meu!


Tudo tem seu estigma
Tudo tem seu sentimento
Sua palavra é fidedigna
Tudo tem seu consentimento.

Nasceu em simplicidade
Numa pequena manjedoura
Um ser de humildade
De uma fé bem duradoura.

Esqueça do Papai Noel
O tal homem do presente
Ele não te dá o céu
Nem a vida eternamente.

O verdadeiro Natal
Cresce no coração
Esse não tem igual
É pleno de satisfação.

Pois lembre do sonho e a flor
Dois obras do autor do amor
Com Ele terás um Natal
De verdade e bem especial!



 
Eduardo de Melo
Enviado por Eduardo de Melo em 20/12/2018
Alterado em 22/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários