Textos

Consagração

Pego mil das poesias
Poesias jogadas ao léu
Cerco ela de maresias
Azuis como o bom céu!

Sendo poetas visionários
Vistos a todo instante
Fazem poucos nos dicionários
Mas seres bens reconfortantes.

Os bens de teu grande amor
Da misericórdia incondicional
NELE estarás a tua dor
Não será pra você igual.

Pois ao lado de teu sossego
Selarás teu passado e futuro
E a este mundo não terás apego
Teus sentimentos serão maduros.

Não sentirás fraco em seu cajado
E tua luz será nítida como neve
O inimigo não te verás, terá lado
Lutará no lado do jugo leve!

E sua vida será longa e mansa
Verás o pássaro cantar sem cessar
E terás uma vida que não cansa
Esta que têm frutos a ti ingressar!



 
Eduardo de Melo
Enviado por Eduardo de Melo em 14/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários